DSC02352 (1)

Diário do Quintal – Germinação

Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.

Germinação

DSC02352 (1)

08/10/2015

Num lugar
Bem profundo
A semente
Guarda isso:
Um mundo.

A semente
Escondida
Esconde um ser
Pequenino:
A vida.

Você já pensou
(e pensou porquê?)
Que uma semente
Algum dia
Já foi…Você?

BEM LÁ DENTRO de Carlos Rodrigues Brandão

Na foto podemos observar o emergir de uma folha, que desponta para o desconhecido.
As folhas , responsáveis pela fotossíntese e nutrição de todo o corpo da planta, vencem o revestimento da semente para continuar seu ciclo.

A semente guarda um mundo. Um mundo de interações químicas, biológicas, estruturais. Um mundo de possibilidades e relações. O gérmen, que dá o início, que vem primeiro, que faz brotar a primeira possibilidade de vida não é nada sem antes existir uma interação benéfica entre vários fatores da natureza.

A água, o ar, o fogo e a terra influenciam nossa matéria, nosso brotar, nosso germinar.
Germinar para a vida, para o mundo. Germinar desejos, disseminar sonhos.
Somos semente, somos guardadores de relações naturais, guardadores de ancestralidade e sabedoria. Somos a fertilidade da vida, da natureza, do universo.

No quintal do Tear, germinamos desejos, disseminamos encantos e colhemos o afeto, por nós e pela terra.

Somos sementes. Germinando a cada dia, uma nova vida.

O Jardineiro Beldroega