Acessibilidade, Diversidade e Inclusão

palha e chitao pra baixo

Acessibilidade, Diversidade e Inclusão

Desde a fundação em 1980, o Tear trabalha diretamente com crianças, adolescentes e jovens com deficiência (auditiva, visual, motora, mental ou cognitiva) em seu programa de formação artístico-cultural, adotando a perspectiva da acessibilidade cultural em consonância com o modelo social da deficiência.
A metodologia de trabalho construída ao longo desses 35 anos reconhece o potencial transformador da arte no desenvolvimento das dimensões afetivas, cognitivas, sociais, éticas e estéticas de todos os sujeitos envolvidos, independentemente da sua condição física, sensorial, intelectual ou comunicacional.
Reconhece-se, assim, a “função social da arte” que possibilita a integração entre os diferentes sujeitos, fortalece as relações de alteridade, respeito e valorização das diferenças.
Soma-se a isso o fato da metodologia fomentar a expressão criadora singular e subjetiva do sujeito e também do coletivo, favorecendo o convívio, a troca e a construção colaborativa de conhecimentos.
As estratégias utilizadas são a articulação com as Escolas públicas parceiras que atendem diretamente a este público.
Já nos eventos de ocupação e intervenção urbana, estes serão realizados em praças e equipamentos públicos de livre acesso, priorizando aqueles que garantam maior acessibilidade.

missãoobjetivosreconhecimento

Voltar para O TEAR

só flores