chaya

Diário do Quintal – Chaya

Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.

chaya
01/04/2015
Hoje eu vou falar sobre uma planta muito especial e que carrega consigo uma linda história.Certa manhã, um amigo jardineiro me apresentou a Chaya (Cnidoscolus chaymansa), também conhecida como espinafre Maia. Ela tem origem na América Central, sendo ainda hoje utilizada tradicionalmente pelos povos desta região e por povos andinos.À primeira vista, ela me lembrou um pé de mamão ou mandioca pois a folha é muito parecida. A chaya é muito generosa, produz grandes folhas o ano todo e pode chegar até 6 metros de altura – uma legítima árvore de verdura, no entanto suas folhas só devem ser comidas cozidas.

Meu amigo Luiz Poeta, ativista socio-ambiental e fundador da ONG Verdejar, era também um estudioso das plantas alimentícias não convencionais (PANC’s) e me presenteou com uma estaca pequena desta planta.

Depois que Luiz trouxe a primeira estaca de chaya da Bolívia, seus ramos se disseminaram pelos quintais da cidade, assim como no Espaço Verde do Tear.
Esta postagem é uma homenagem a esse poeta e guerreiro que disseminou seus saberes em vida, fazendo germinar ações que reverberam até hoje.

Deixo aqui uma poesia do nosso amigo Luiz Poeta, algumas referências para quem quiser conhecer um pouco mais sobre ele, e sobre as PANC’s

Morar em Piabas, quando será! A Serra é quem clama, misericórdia! Por entre balas e fumaças zona norte Rio
A Serra se lança no maior desafio
Verdeja Já!
Já te amo Serra da Misericórdia! Te amo!!
O seu verde precisa verdejar
Esta redondeza sem paz, pálida e poluída
Te amo Serra da Misericórdia! Te amo!!
Penha, Inhaúma, Complexo do Alemão
Olaria, Ramos, Bonsucesso, Engenho da Rainha
Tomás Coelho, Vicente de Carvalho, Vila Kosmos, Vila da Penha e Penha Circular.
Circundam a Serra da Misericórdia
Te amo Serra da Misericórdia!!
Te amo!!
O seu verde precisa verdejar esta redondeza
De paz, pálida e poluída
Te amo Serra da Misericórdia!!

Um abraço do Verdolaga.

Esse post do Diário do Quintal vai para nossos amigos do Verdejar !

Clique para saber mais sobre PANC’s
Clique para saber mais sobre Luiz Poeta

navegue no astrolábio